Falta de planejamento, investimento e conteúdo são alguns dos erros a serem evitados

As 7 piores práticas em redes sociais e como evitá-las 

Seja pelo grande número de usuários, custo ou recursos de comunicação disponíveis, as redes sociais deixaram de ser apenas plataformas de entretenimento para se tornarem um meio de fazer negócios. 

É indispensável investir em presença digital nessas plataformas. Afinal, elas servem para fortalecer o relacionamento com o seu consumidor e atrair o interesse do seu lead. 

Todavia, é preciso ter cuidado. Algumas más práticas podem afetar sua performance e o engajamento com os seus seguidores.

Este é o assunto tratado no texto a seguir. 

Reunimos as sete piores práticas nas redes sociais e como evitá-las. Nosso objetivo é ajudar a sua concessionária a alcançar a máxima performance no Facebook, Instagram, Tik Tok e Linkedin.

#1 – Não ter um plano estratégico para suas redes sociais 

De acordo com um estudo global realizado com profissionais de marketing, 91% das organizações usam as redes sociais para se comunicarem com os seus clientes.
Fonte: State Of Marketing in 2021

A menos que a sua concessionária não tenha um time de marketing ou comunicação ela terá um cronograma.

Normalmente, o cronograma é quase um resumo do planejamento de ações para as postagens de mídia considerando os dias de postagem para cada conteúdo.

Porém, não basta apenas construir um calendário de postagens. Uma vez que seu conteúdo deve te aproximar dos resultados desejados ele deve ser estratégico.

Só para ilustrar, se a sua concessionária deseja entender as preferências do seu público ou medir o nível de engajamento, o melhor recurso é realizar votações e caixa de perguntas. 

No entanto, o planejamento estratégico não deve ser limitado apenas ao seu conteúdo e sim, a todas as interações em seus canais de comunicação. 

A dinâmica das redes sociais exige uma postura mais aberta, ágil e estreita junto ao seu público, pois o objetivo das plataformas de mídia é a interação. 

É preciso que sua concessionária também esteja preparada para gerenciar possíveis crises de relacionamento. 

Neste caso, fique atento aos seguintes pontos: 

  • Reclamação dos consumidores nos comentários; 
  • Reações negativas em postagens; 
  • Avaliações negativas em enquetes e outros. 

Considere os cenários negativos e proponha uma alternativa de solução. Uma postagem com várias reações negativas deve permanecer no feed? Você está disposto a responder a cada reclamação ou vai ignorá-las e deletá-las?

Ter um plano estratégico que contemple esses cenários vai te ajudar a direcionar suas ações, resolver problemas e avaliar sua performance. 

#2 – Tratar seu perfil nas redes como uma vitrine

Redes sociais são espaços destinados para o relacionamento da sua concessionária com o seu público. Entretanto, se você as transforma em um catálogo virtual, você quebra essa conexão. 

Um estudo global realizado pelo DataReportal, revelou que os consumidores são influenciados pelas redes sociais no momento da compra, mas que eles buscam por uma conexão com as marcas. 

  • 27,7% das pessoas usam as redes sociais para encontrar inspiração para comprar;
  • 26,2% para descobrir novos produtos para comprar; 
  • 22,7% usam as plataformas para acompanhar conteúdo de suas marcas favoritas. 

Em outras palavras, estar nas redes sociais e investir em conteúdo de qualidade já vai ser um fator de influência que vai contribuir para que a sua concessionária seja lembrada pelo consumidor no momento da compra.  

Por isso, cuidado para não divulgar suas ações promocionais em excesso. Lembre-se, o foco das redes sociais é em relacionamento. 

Se você investir somente neste tipo de postagem, você perde a oportunidade de construir relacionamentos.

Como consequência, você treina seus clientes para fazer compras somente quando eles recebem descontos da sua concessionária. 

#3 Falta de investimento em Ads 

Todo relacionamento requer tempo e investimento, ou seja, se você quer obter sucesso em suas redes sociais precisa destinar parte da sua verba para Ads. 

O número de usuários que utilizam as redes sociais está em crescimento. O Instagram, Facebook e TikTok, já contabilizam mais de um bilhão de usuários ativos por mês. 

Do mesmo modo que as pessoas adotaram as plataformas de mídia em massa, cresceu a concorrência por espaço. Ao passo que o tráfego orgânico se torna insuficiente para alcançar maiores resultados. 

Para reverter esse cenário, a alternativa é investir em Ads. A grande sacada é que se você constrói conteúdo de qualidade, o investimento pode ser realizado para impulsionar esse conteúdo. 

Ao utilizar o conteúdo como meio de divulgação, seu desempenho em Ads costuma ser superior. 

Além disso, é possível identificar quais grupos costumam interagir com suas postagens e direcionar seus anúncios para públicos de interesse similar. Por fim, você consegue de forma personalizada, ampliar o seu alcance.

O resultado é que seus anúncios vão ser mais propensos a serem relevantes. Assim, você aumenta as suas pontuações de qualidade e relevância nas plataformas de mídia social e até mesmo, reduz suas taxas de rejeição. 

#4 – Aderir tendências inadequadas 

A reputação de uma marca se constrói ao longo do tempo, mas nas redes sociais elas podem ser perdidas em segundos

Constantemente, novas tendências e recursos surgem nas redes sociais, mas você precisa avaliar se elas são adequadas para o seu negócio. 

Muitas empresas se aproveitam de uma tendência que está em alta para trazer mais visibilidade para os seus perfis. 

A prática em si, não está errada, porém é necessário ter cuidado para não fazer escolhas equivocadas. 

Algumas músicas que fazem parte das trends, contém linguagem imprópria. Enquanto que as hashtags, muitas vezes são promovidas por outras empresas.

Logo, você pode estar divulgando uma marca que está desconectada dos seus valores de negócio. 

Antes de escolher alguma música para compor os reels da sua concessionária ou aderir uma hashtag no TikTok avalie se elas são adequadas para o seu negócio. 

#5 Copiar e colar o mesmo conteúdo 

Quando você entra no perfil de uma empresa no Linkedin o que você espera encontrar? Mesmo que a plataforma tenha diferentes recursos para criação de conteúdo ela possui um propósito específico. 

Certamente, o propósito do Linkedin vai ser oposto do TikTok e assim por diante. Cada rede social possui um público-alvo específico, um propósito e um formato de conteúdo. 

Com toda a certeza, os seus seguidores do Linkedin, TikTok, Instagram e Facebook esperam receber da sua concessionária um conteúdo coerente com a plataforma. 

Prova disto, são as pesquisas do Tik Tok que de fato mostraram que 67% dos brasileiros disseram não se importar com os anúncios se eles forem divertidos.

Bem como 72% disseram que até participariam de uma tendência/hashtag iniciada por uma marca. 

Por isso, copiar e colar o mesmo conteúdo em todas as suas redes sociais não vai te ajudar a fazer as suas contas obterem sucesso. 

Essa prática frustra a expectativa dos seus seguidores sobre o material que ele vai receber e impacta o verdadeiro propósito de estar nas redes sociais: o relacionamento. 

Veja também: 10 dicas para mandar bem no Instagram da sua concessionária

#6 – Inconsistência nas postagens 

Falta de atualizações em suas redes sociais podem gerar insegurança nos seus leads em fechar negócio com a sua concessionária

Imagine que você viu um anúncio de uma empresa no Google e decidiu visitar o perfil dela no Facebook. 

Ao chegar na rede, você percebe que as últimas postagens são de 2020. Você se sentiria seguro em realizar a compra? Confiaria que aquela loja ainda está ativa? 

Do mesmo modo, a falta de recorrência em suas postagens transmitem uma sensação de insegurança para os seus potenciais clientes.

A ausência de conteúdo nas plataformas de mídia afeta a percepção que uma pessoa pode ter sobre a estabilidade e até mesmo a credibilidade da sua loja. 

Mais do que afetar a reputação da sua empresa, a falta de conteúdo vai impactar negativamente seu desempenho nas redes sociais, pois a interação é um dos aspectos que valoriza uma conta. 

Pense em suas ações a longo prazo. Crie conteúdos a longo prazo e publique em pílulas, mas não seja inconstante e ausente em seus canais de comunicação.

#7 – Não acompanhar suas métricas 

De nada adianta investir em publicidade, propaganda e conteúdo nas suas redes sociais se você ignora ou não acompanha os resultados das suas métricas. 

Só para exemplificar, vamos voltar ao tópico cinco sobre copiar conteúdo. Várias empresas estão aderindo postagens em carrossel no Linkedin e no Instagram. Observando a tendência, sua empresa decidiu aplicar esse conceito ao Facebook.  

Porém, seu público não gostou daquele formato de postagem na plataforma, pois a visualização para dispositivos móveis fica desordenada. 

A falta de acompanhamento sobre seus resultados faz com que você não perceba essa perda de engajamento que a princípio pode ser sutil, mas a longo prazo, pode ser problemática.  

Quando você acompanha constantemente suas métricas e tem controle sobre os seus resultados, consegue facilmente evitar este tipo de situação. Porque do mesmo modo como acontece com os testes A/B, as mudanças em interação são percebidas por detalhes. 

Portanto, o monitoramento dos seus resultados deve ser constante para que você consiga identificar erros, mas também prever tendências e entender onde investir.  

Para ir mais fundo

Percebendo algumas dificuldades mais complexas que nossos clientes possuem com a criação de conteúdo, métricas e conversão em redes sociais, nós desenvolvemos um e-book completo sobre o assunto. 

Reunimos dados globais e nacionais sobre o uso e tendências de cada plataforma de mídia.

Dessa maneira, você poderá entender como seus clientes se comportam, como construir ações e desenvolver estratégias para impulsionar os seus resultados.

Temos exemplos de clientes que estão conquistando resultados incríveis em vendas e conversões no Facebook, Instagram, Tik Tok e muito mais. 

Para saber mais acesse: [E-book] Redes sociais que vendem: Oportunidades de negócio!

Como a Lead Force pode te ajudar? 

A Lead Force é líder de mercado em Marketing Digital Automotivo e referência em gestão de mídias e tráfego.

Contamos com diversos serviços focados em te ajudar a alcançar a máxima performance em suas redes sociais. 

Somos Meta Business Partner e trabalhamos como a criação de campanhas, conteúdo e acompanhamento de resultados para redes sociais como Instagram, Facebook e TikTok.

Com objetivo de te ajudar a ter total controle sobre suas ações, nós contamos com a Dealer Marketing Center. A plataforma de gestão te permite visualizar seu total de curtidas, visitas, interações e acessos por período de suas contas.

Sobretudo, você também pode acompanhar os resultados de seus investimentos em Ads como cliques, visualizações, alcance, saldo e muito mais.

Quer saber mais sobre nossas soluções para redes sociais? Entre em contato com a nossa equipe. 

Conheça nossas soluções para redes sociais

Outros
Assuntos

Somos uma empresa de inteligência de Mercado que utiliza soluções próprias, feitas exclusivamente para o mercado automotivo, para entregar os melhores resultados para os nossos parceiros.

© Copyright 2022 Lead Force